Anderson Nielson: Gestão de Pessoas e Tecnologia na Hotelaria

Na próxima semana começa em Florianópolis o maior encontro de hoteleiros do sul do país, o Encatho & Exprotel. Organizado pela ABIH-SC o evento debate de 24 a 26 de julho, “Pessoas & Tecnologia na Hotelaria”. Entre os mais de 60 especialistas que participam do evento quem sobe ao palco para compartilhar sua experiência no tema no dia 26/07, das 17h30 às 18h30 é Anderson Nielson, Diretor de Gestão de Pessoas na Resultados Digitais.

O executivo da maior empresa de marketing digital da América Latina, e melhor empresa para trabalhar em Santa Catarina segundo o ranking do GPTW – Instituto Great Place to Work irá falar sobre um dos maiores desafios do setor hoteleiro: como formar uma equipe qualificada e garantir a satisfação dos hóspedes.

Anderson Nielson Resultados Digitais - Encatho & Exprotel
Anderson Nielson, Resultados Digitais, palestrante do Encatho & Exprotel

Anderson Nielson é Graduado em Engenharia de Controle e Automação na UFSC, cursou MBA em Gestão de Pessoas pela FGV, fundou empresas e construiu vários times de alta performance. Toda essa expertisse de quem possui mais de 15 anos de experiência nas áreas de Gestão de Pessoas, Tecnologia & Empreendedorismo, será compartilhado na palestra que encerra o grande encontro do turismo e hotelaria na capital catarinense.

Em entrevista, Anderson nos falou sobre contratar, desenvolver e engajar pessoas para formação de equipes de excelência no século XXI. Ele citou sobre as dificuldades para encontrar pessoas já capacitadas, a importância do suporte dos empresários para o desenvolvimento dos colaboradores, e as responsabilidades que um gestor deve ter em encontrar soluções e treinar constantemente sua equipe para o desenvolvimento da alta performance.

“Qualquer negócio é feito de pessoas. Se nós quisermos que os nossos negócios cresçam e prosperem, precisamos estar olhando para as pessoas o tempo inteiro, e trabalhar para que elas também cresçam”, Anderson Nielson.

De forma muito prática, Anderson é hoje responsável pela gestão de pessoas de uma empresa que possui mais de 700 funcionários e cresce em ritmo acelerado, contratando cerca de 40 novas pessoas todo mês. Para ele, o déficit de educação no país está também dificultando encontrar novos talentos, mas já enfatiza: “não há espaço para se lamentar. É preciso encontrar pessoas motivadas e alinhadas aos valores da organização e assumir a responsabilidade de educar e dar suporte para que elas possam se desenvolver conforme a gente precisa, dando o devido treinamento”.

Quanto questionado sobre como esta metodologia funciona na Resultados Digitais ele explica: “Ao ser contratado, o novo funcionário passa por 15 dias de imersão na cultura da empresa, recebendo orientações, como faz, porque existe e um manual de como desempenhar suas funções no dia a dia”. Segundo ele, esta metodologia é possível em empresas de todos os portes. “A empresa vai desenvolvendo a sua forma de trabalhar e, quando vai crescendo, é necessário e preciso que se extraia, sistematize e repasse para os profissionais que estão chegando a fórmula do sucesso da equipe de alta performance. Aqui, quando um grupo está performando melhor que outro, buscamos sistematizar o modo como estão trabalhando para aplicar em grupos que não estão obtendo os resultados esperados. Assim estamos sempre alimentando o sistema fazendo com que os bons puxem os outros para cima. Isso faz melhorar a performance e os resultados”, enfatiza ele.

Quem guia a transformação tecnológica dentro das empresas são as pessoas, por isso, investir em pessoas, é o primeiro passo para se garantir um melhor resultado na Era digital. “A tecnologia é fundamental, mas em um meio de hospedagem é importante saber que além de check-in e check-out facilitados, na hora que eu precisar, existe uma pessoa para me atender”.

Neste quesito, ele afirma que uma competência fundamental para um profissional da área é a habilidade de se comunicar. E para ele, a comunicação é muito mais do que a arte de transmitir uma mensagem – escrever e falar – é sim, a capacidade de ouvir. “Algo que precisamos melhorar constantemente, e treinar nossas equipes, é na capacidade de saber ouvir. Ouvir de forma ativa, prestar atenção no que o outro está falando, ouvir até o que não está sendo dito. Isso desenvolve a empatia, uma habilidade importantíssima para quem trabalha no turismo, na hotelaria e no contato direto com outras pessoas”, ressalta.

Anderson Nielson concluiu a entrevista com uma brilhante frase que mostra a grande oportunidade que os empresários terão de qualificar suas equipes durante os três dias do Encatho & Exprotel.

“As tecnologias evoluem de forma muito rápida, as vezes no dia a dia as pessoas não tem a disciplina ou condições de se atualizarem. É importante a organização estar atenta e fazer as devidas pausas para colocar todos no mesmo patamar operacional”.

Faça uma pausa no trabalho, um rodízio da equipe e qualifique de forma gratuita os profissionais do seu empreendimento, de 24 a 26 de julho. Inscrições pelo site www.encatho.com.br

Foto capa: Freepik.com