Um plano de sucessão familiar bem estruturado é essencial para que a empresa mantenha o seu sucesso e seja passada para gerações futuras levando a longevidade. Entretanto, muitas vezes, não sabemos como a lidar com alguns assuntos, o que pode ocasionar sérios conflitos e riscos à sobrevivência da firma.

Este importante assunto foi abordado por três palestrantes experts na área. O painel foi aberto pela Dra. Lidiane Feijó, Sócia Fundadora do escritório Feijó Advocacia e Consultoria, com o painel: Sucessão familiar.

Sucessão

Dra. Lidiane informou que sucessão pode ocorrer por motivos diversos, tais como mudança na razão social; transformação, fusão, cisão ou incorporação; venda; mudança do quadro societário; mudança de empresa individual para sociedade e etc. Também explicou sobre o código Civil, a respeito das dívidas e dos créditos anteriores às modificações e os contratos vigentes que serão levantados na exposição junto ao evento.

Na sequência, a Dra. Suzana Soares Melo, Advogada no escritório Cavallazzi, Andrey, Restanho & Araujo Advocacia. Abordou o tema: Planejamento sucessório no setor hoteleiro: Aspectos tributários.

Suzana começou a palestra falando que antigamente se fazia planejamento mais informal, em casa, agora está profissional, estão conseguindo separar a função da família, patrimônio e empresa. Se a família não se organiza, acaba prejudicando o negócio. Afinal, um plano de sucessão familiar bem estruturado é essencial para que a empresa mantenha o seu sucesso e seja passada para gerações futuras levando a longevidade. A Dr. também acrescentou, que define a “alma” do hotel é desing, localização, pertencimento, afeição, e concluindo falando que “temos que pensar no hoje, para que o empreendimento passo passar para várias gerações”, finaliza suzana.

Por fim, quem finalizou foi a psicóloga, Dra. Monica da Silva Justin, falando sobre “Aspectos Humanos”. A palestrante ressaltou o que interfere no processo de sucessão família, é as expectativas e motivações, aspectos psicológicos e as influências trasgeracionais e os conflitos.

Também abordou como minimizar os conflitos: Família. Continuidade, manter o poder. Pessoas: diferenciação, autoafirmação, reconhecimento. Empresa: sobrevivência, cultura organizacional.

Leia Também

Ministro do Turismo Vinícius Lummertz prestigia o 31º Encatho

Expositores da Exprotel apresentam novidades e destacam importância do Encatho

Ortobom: Conforto, qualidade e sofisticação

patrocinadores do Encatho & Exprotel 2018

Leave a comment